À ... BORDA D'ÁGUA ... 2009

"Um manual para o agricultor e pescador de ocasião."

EM TERRA:campo1.gif (29562 bytes)

janeiro.gif (19687 bytes) "A água de Janeiro vale dinheiro."; "Janeiro quente traz o diabo no ventre."

Lavoura das terras e preparação das culturas de Inverno, como a da batata. A poda na Lua Minguante é recomendável, mas nas figueiras, laranjeiras e macieiras os grandes cortes são prejuduciais. Enxertos no Crescente. Semear favas e ervilhas de variedades e de desenvolvimento rápido. Semear centeio, couve galega, nabo, cenoura, couves, ervilha, feijão, nabiça e tomate. Em estufa ou cama quente, plantar pepino, melão, pimento e abóbora. Em local definitivo cenoura curta, alho, cebola, alfaces, ervilha, alho-porro e salsa. Transplantar para viveiro: couve-flor, fava, feijão, etc. Na Horta semear alface romana, couves repolho e sabóia, rabanete, fava ervilha e grão-de-bico. Colher couves, espinafre, etc. No Jardim semear begónia, ervilha de cheiro, gipsófila, girassol, lírio, paciências, flor-de-lis. Colher violetas, amores-perfeitos, camélias, jacintos, túlipas, etc.

fevereiro.gif (18695 bytes) "Quando chove em Fevereiro nem bom prado nem bom cheiro."

No Norte e no Centro semear alface, couves, nabos, nabiça, pimento, alho-porro, repolho, feijão e tomate; no Sul semear abóbora, cenoura, couves, ervilha, pimento, feijão, nabiça, pepino, tomate e melancia. Colher os espinafres, couve-flor e bróculos; plantar batata (colher em Junho). Podar no Minguante, menos damasqueiros e morangueiros (instalando os novos até 15). Plantar árvores e semear pinheiro-bravo, no Crescente. Na Horta semear abóbora, alho-francês, beterraba, cebola, cenoura, coentro, couves flor, de grelo, e nabo, espargos, ervilha, espinafre, fava, feijão, melancia, nabiça, pimento, rabanete, repolho, salsa, segurelha, tomate. Colher nos abrigos cenouras e couves de Bruxelas. No Jardim semear flores anuais, ervilhas-de-cheiro, gipsófilas, manjericos, etc. Colher amores-perfeitos, violetas, etc.

marco.gif (20197 bytes) "Em Março, esperam-se as rocas e sacham-se as hortas."
"Março Marçagão de manhã inverno de tarde verão."

Na agricultura preparar a terra para o milho e a batata de regadio. No Minguante (da lua) podar ainda as árvores frutíferas. Resinar os pinheiros, concluir as trasfegas e, na vinha, combater o oídio. Na Horta preparar as estacas para feijões e ervilhas. Semear abóbora, alface, beterraba, couves, nabiça, ervilha, espinafre, feijão, melancia, melão, pepino, salsa, tomate, etc. Colher cebolas brancas e cebolinhos, rabanetes e azedas. No Jardim semear amores-perfeitos, cravos, crisântemos, dálias, bocas-de-lobo e chagas, além das indicadas nos meses anteriores. Colher as flores de túlipas serôdias, campainhas brancas, narcisos e goivos.

abril.gif (19859 bytes) "Inverno do Março e seca de Abril, deixam o lavrador a pedir."
"Abril, frio e molhado, enche o celeiro e farta o gado."

Em Abril mondar, sachar, os campos semeados no mês anterior, e rega matutina. Plantar espargos e morangueiros. Semear milho e plantar batata nas terras mais secas e, no final do mês, nas terras mais fundas. Na Horta semear, no Crescente, em local definitivo, abóboras, alfaces, batata, beterraba, brócolos, cenoura, couves, fava, feijão, melão, melancia, nabo, pimento, rabanete, salsa, etc. Em viveiro, semear morangueiros, cebola, pepino e tomate. Na 2ª parte do mês, semear feijão temporão. No Jardim semear estrelas do Egipto, girassóis e malmequeres e colher as flores dos lilases, margaridas, etc.

maio.gif (19961 bytes) "Vento de Março, chuva de Abril, fazem Maio florir."
"Tantos dias de geada terá Maio, quantas vezes de nevoeiro teve Janeiro."

Lavre à volta das matas (limpas…) para evitar incêndios. Tratar e regar os batatais. Iniciar a transplantação do arroz. Semear girassol e soja não transgénico. Enxertar medronheiros, damasqueiros, amendoeiras, cidreiras e laranjeiras; plantar tomate. Na Horta semear no Crescente, em local definitivo, abóboras, agrião, alface, beterraba, brócolos, cenoura, couves, ervilha, espinafre, fava, feijão, melancia, melão, nabo, pepino, pimentos, rabanete, repolho. Colher alcachofras, espargos, ervilha, cebola verde, etc. No Jardim semear cravos, manjericos, trepadeiras e plantas anuais. Colher flores para semente.

junho.gif (19280 bytes) " ......"

Cavar, estrumar e semear. Ceifa, no Minguante, do trigo, centeio e cevada. Colher a batata de Fevereiro. Cuidar de milharais, batatais e morangal. Continua a sementeira do feijão para consumo em verde. Plantar batata, pimento e tomate. Colher cereja, cebola, alho, alfaces e aipo, da sementeira de Janeiro. Extrair o mel e a cortiça. Na Horta semear em viveiro alface, alho-porro, nabo, repolho, e couves rábano, flor e Bruxelas, e em local definitivo alface, beterraba, cenoura, chicória, couve-nabo, couve-rábano, fava, nabo, rabanete, salsa, etc. Jardim semear begónias, calêndulas, gipsófilas, goivos, e colher rosas, cravos, etc.

julho.gif (20157 bytes) "Água de Julho no rio faz barulho."

Mês de ceifa e debulha. Lavrar os canteiros. Terminar a colheita da batata temporã e começar a destinada a semente. Semear feijão verde e alfaces (para antes dos primeiros frios do Inverno), nabo e couves tardias, e no final do mês, cenoura, rábano, salsa e plantas análogas. Colher alfaces, alho, beterraba roxa, beringela, cebola, cenoura, couves, espinhafre de Verão, feijão, tomate. No final do mês, os aipos e alguns melões. Roçar mato para estrume. No Crescente cobrir cepas. Na Horta semear ao ar livre agrião, alface, beldroega, cenoura, feijão de trepas e anão, nabo, rabanete, repolho, salsa, e as couves de Bruxelas, nabo e flor. Regar bem. No Jardim semear amores-perfeitos, calêndulas, etc., e as plantas bienais e vivazes de germinação lenta, para transplante no Outuno. Colher as primeiras sementes.

agosto.gif (20194 bytes) "Chuva de Agosto apressa o mosto."

Cavar a sachar o milharal e as hortaliças, e regar bem antes das sementeiras e das transplantações; em estufa semear as ervilhas e feijão. Monda dos arrozais. Na Horta, ao ar livre e em local definitivo, semear acelga, agrião, alfaces, cebola, couve-nabo, ervilha, espinafre, fava, feijão, nabo, rabanete, repolho de Inverno, salsa. Recolher fruta e no Minguante secá-la. No Jardim, regar as roseiras; mudar as cinerárias e amores-perfeitos; colheita matinal de rosas e flores. Gado, completar a forragem com suplemento alimentar natural.

setembro.gif (20742 bytes) "Agosto tem a culpa e Setembro leva a fruta."

Vindimar. Estercar as terras a semear no Minguante. Ceifar arroz. Colher amêndoa e azeitona. No Crescente continuar a semear (centeio e cevada, nas terras quentes) e a plantar, com as primeiras chuvas, os morangueiros, regando até pegarem. Na Horta semear ao ar livre e local definitivo acelga, agrião, alfaces, alho-porro, cebola, cenoura, chicória, fava, feijão, nabo, rabanete, repolho, salsa, tomate. Colher feijões e cebolas maiores para semente. No Jardim ir preparando o composto e semear amores-perfeitos, begónias, cravos, gipsófilas, margaridas, e as de florescimento primaveril. Plantar bolbos: jacintos, túlipas.

outubro.gif (20477 bytes) "Outubro meio chuvoso, torna o lavrador venturoso."

Iniciar a colheita da azeitona e combater a gafa. Semear cereais praganosos e, em viveiro, amendoeiras, pessegueiros e, nos lugares mais secos e abrigados, as oliveiras. Estercar no Minguante as covas para árvores a transplantar na Primavera. Plantar árvores de fruto. Podar as árvores resistentes ao frio. No fim do mês, plantar morangueiros, alhos e cebolinhas. Transplantar alfaces, cebolas e salsa. Colher a castanha, noz e avelã e, para guardar em local seco, abóboras e melões de Inverno. Na Horta resguardar do gelo e preparar canteiros para a sementeira de fava, rabanete, alfaces, etc. Semear em local definitivo agrião, alface, cebola, cenoura, ervilha, fava e rabanete. Colher feijões. Jardim: estrumar, semear flores, como no mês anterior, e plantar roseiras, crisântemos, tulipas, jacintos e as flores da Primavera. Colher as flores do Outono: dálias, rosas, etc. Plantar os bolbos.

novembro.gif (20214 bytes) "Se em Novembro ouvires trovão o ano que vem será bom."

Pomares, estercá-los no crescente, podá-los no Minguante, protegê-los das geadas. Plantar cerejeiras, pessegueiros, pereiras e macieiras, no Crescente. Plantar batata (nas zonas secas para colher no seco), alho, couve temporã, tremoço. Semear cereais, fava, ervilha, e em camas quentes alface, baterraba, cebola, nabiça, nabo, rabanete e tomate. Colher azeitona, beterraba. Arejar o fruteiro. Na Horta semear agrião, alface, cenoura, couves, com excepção da couve-flor, e brócolos. No Jardim estercar covas para a plantação na Primavera de árvores ou arbusto, e estacar as plantas contra o vento. Plantar bolbos de flores e roseiras. Podar as roseiras.

dezembro.gif (20212 bytes) "Geada no dia mais curto (21 de Dezembro), o Inverno será duro."

Resguardar as plantas do gelo. No Crescente, continuar as cavas e a estrumagem, as sementeiras de trigo e centeio, e a de fruteiras, se não houver geadas, bem como a de cebola, couves, beterraba, nabiça, pimentos, tomate e salsa. Em sítios abrigados pode-se ainda semear agrião, espinafre, alfaces, fava e ervilha. Arrotear terras e mato para as sementeiras da Primavera. Plantar ainda Macieiras e Pereiras. Cortar madeiras, no Minguante. Iniciar a mergulhia das vinhas. Fim da apanha da azeitona, e limpeza dos lagares. Na Horta semear agrião, alface de cortar, ervilha, chicória, espinafre, fava e salsa. No Jardim, prossegue a plantação de roseiras, gladíolos, íris, ciclames, lírios, a proteger das geadas. Semear ciclames, ervilhas-de-cheiro, etc.

NO MAR:mar1.gif (49430 bytes)

mjaneiro.gif (2978 bytes) BODIÃO
bodiao.jpg (2086 bytes)
Por ser muito voraz, é um peixe de captura fácil, tido muitas vezes pelos pescadores com um peixe pouco inteligente. Pode ser pescado durante todo o ano, em locais onde existam rochas, junto de pontões, cais ou muralhas, à bóia ou ao fundo, utilizando preferencialmente vermes, embora não recuse outros iscos, particularmente o camarão e a ameijoa.
mfevereiro.gif (3038 bytes) CARAPAU
carapau.jpg (2132 bytes)
Pesca-se ao fundo ou à bóia (preferencialmente à bóia), com mais de um anzol (há no mercado aparelhos p/ carapau - empates com vários anzóis), iscados preferencialmente com camarão ou pedacinhos de peixe, embora não desdenhem outros, iscos artificiais e, por vezes,  até  anzóis não iscados.
mmarco.gif (2978 bytes) CAVALA
cavala.jpg (1445 bytes)
Pode pescar-se de todas as formas (bóia ou fundo) sendo o corrico a melhor maneira. Para isco preferem peixe fresco - filetes de carapau ou da própria sarda , sardinha, camarão, ameijoa ou canivete....ou outro isco, pois até com minhocas se apanham cavalas.
mabril.gif (2924 bytes) DOURADA
dourada.jpg (1760 bytes)
A sua pesca  ideal é ao fundo ( com muito calor escondem-se ) e o isco.... canivetes, camarão e sardinha, ameijoa e berbigão, caranguejo mole....mas claro que também vai ao ganso e casulo e não só... Dá uma boa luta quando ferrada.
mmaio.gif (2915 bytes) FANECA
faneca.jpg (1875 bytes)
Como costuma ocorrer em cardumes de vários indivíduos, devem montar-se 2 a 3 anzóis não muito grandes e a diferentes alturas, utilizando-se como isco filetes de sardinha, cavala ou carapau, minhoca do mar, ganso ou casulo, de preferência durante a noite e em águas de alguma profundidade.
mjunho.gif (2934 bytes) FERREIRA
ferreira.jpg (1668 bytes)
Alimenta-se preferencialmente de crustáceos e costuma aparecer em cardumes grandes, de dezenas ou centenas de indivíduos. A melhor época para a sua pesca é no Verão e na Primavera, embora possa ser capturada durante todo o ano.  Para isco devem usar-se os anelídeos, camarão, ameijoa ou canivetes.
mjulho.gif (2928 bytes) LINGUADO
linguado.jpg (1923 bytes)
A sua pesca é feita ao fundo, preferencialmente com vermes (minhoca, ganso ou casulo), embora não desdenhe outros iscos. Normalmente dá apenas um toque quando engole o isco, ficando quieto depois de ferrado. Apenas quando o pescador recolhe a linha sente o seu peso, pois oferece toda a superfície do seu corpo como resistência à deslocação.
magosto.gif (2970 bytes) PEIXE-REI
peixerei.jpg (1240 bytes)
Fácil de pescar à bóia, usando pequenos pedaços de isco, já que se trata de um peixe de pequenas dimensões. Tem muitos apreciadores que o usam nas fritadas, do mesmo modo que o carapau pequeno.  Costuma ser utilizado como isco vivo, sendo um dos alvos preferidos do robalo.
msetembro.gif (3029 bytes) ROBALO
robalo.jpg (1744 bytes)
Caranguejo mole, lingueirão, camarão/camarinha, sardinha, buzios, camarão da pedra vivo, casulo e ganso, mexilhão, etc, até às amostras artificiais.  Atenção ... o robalo prefere o isco vivo - e os seus hábitos alimentares mudam consoante os locais e as épocas do ano.
moutubro.gif (3027 bytes) SALEMA
salema.jpg (2244 bytes)
Pesca-se preferencialmente à bóia, em zonas com algas, com uma linha fina - devido à sua visão muito apurada, torna-se bastante desconfiada, tanto em relação ao isco mal colocado como à linha  e  aos destorcedores. Para isco devem usar-se algas ou tripa de sardinha - no entanto também vão ao ganso, casulo e até à minhoca, bem como ao camarão e ameijoa.
mnovembro.gif (3047 bytes) SARGO
sargo.jpg (2189 bytes)
Para isco o camarão fresco, caranguejo mole, ameijoa e canivetes, mas também se apanham com a minhoca casulo e ganso e outros... Pesca-se à bóia ou ao fundo. Carne muito saborosa e não explorada comercialmente.
mdezembro.gif (3045 bytes) TAINHA
tainha.jpg (1636 bytes)
Têm um faro apuradíssimo, por isso são normalmente as primeiras a chegar sempre que se engoda - são difíceis de pescar - costumam "mastigar" o isco e cuspi-lo. Deve usar-se um anzol pequeno e fio muito fino, à bóia, e como isco a sardinha ou minhoca (a cobrir completamente o anzol).

TEMPO 
(Lisboa)   
Previsão para 15 dias

VISITANTE: